Alexandre Pimentel

Após 24 horas de molho na água, a semente do trigo já demonstra seu germe. A planta, em seu estágio inicial, concentra mais vitaminas e sais minerais do que as folhas adultas. A molécula das plantas, através da fotossíntese (que na presença da luz solar absorve gás carbônico e o transforma em oxigênio), é também responsável por benefícios mais diretos ao organismo humano. Sempre prefira sementes de origem orgânica, para potencializar o processo. Então é só distribuir as sementinhas germinadas sobre dois centímetros de terra preta em uma caixa plástica. Caso queira, você pode fazer pequenos furos no fundo dessa caixa, utilizando um prego quente, para que o excesso de água da irrigação escoe. Caso contrário, utilizando apenas o aspersor de água, não é necessário furar, mas é preciso ter cuidado para não deixar a terra muito molhada, o que pode gerar fungos e até matar seu plantio. Ao espalhar o trigo sobre a terra, cubra totalmente o espaço, sem deixar espaço entre os grãos, de forma a não enxergar a área de plantio. A experiência mostra que os grãos de trigo ou outros, cobertos pela terra, demoram mais para germinar. Então cubra inicialmente sua micro horta com um pano escuro, já que as sementes necessitam de ambiente sem luminosidade para o devido desenvolvimento. O tempo de colheita, dependendo de clima e região é de aproximadamente sete dias, ou seja, quando o capim do trigo estiver medindo entre 8 e 10 cm. Em locais de clima seco e quente, esse pode levar até dez dias. O trigo germinado é usado em curas de três semanas, cada dois ou três meses, mesmo na pequena proporção de três colheres de chá por dia nos alimentos ou fora das refeições.

Resumindo a germinação do trigo:

Deixe o de grão de trigo seco de molho na água durante 24 horas.
Após, escorra a água e deixe os grãos em uma peneira.
Molhe a peneira várias vezes ao dia com aspersor para manter a umidade.
Quando despontar as primeiras raízes, esparrame os grãos sobre um recipiente com terra preta orgânica, sem necessidade de espaço entre eles.
Cubra o recipiente com um pano escuro.
Dentro de cinco a sete dias, as folhas alcançam a altura de 8 a 10cm. É o momento de cortar o broto e preparar o suco.

• Suco verde com capim de trigo

Nesse estágio o capim de trigo já está com altura em torno de 10 cm, pronto para ser colhido e imediatamente (sim, imediatamente para não perder a energia vital) levado ao liquidificador ou centrífuga (mais indicada pelos especialistas já que elimina mais fibras, facilitando a absorção e a digestão) para preparo do suco de clorofila, também chamado de “suco verde”, “sangue vegetal” ou “luz do sol líquida”.

O ideal seria ingerirmos o suco puro diretamente extraído do capim do trigo em dose diária de 20 ml (o que corresponde à ingestão de 700g de vegetais verdes diversos!), mas para driblar o sabor não muito comum, ele pode ser preparado com abacaxi, limão, goiaba, maracujá, maçã, laranja ou conforme sua preferência. Utilize sempre uma mão cheia de capim para cada 500 ml de água, adoçando com melado de cana, açúcar mascavo ou stévia natural . É de suma importância que o suco verde seja ingerido imediatamente após o preparo. Ao contrário ele oxida, amarga e torna-se impróprio ao consumo. A utilização de jarras escuras e bem fechadas aumenta um pouco mais a vida útil dessa bebida vitalizante. A grama do broto e trigo está, cada vez mais, fazendo parte do cardápio de atletas por indicação de nutricionistas esportivos. Pesquisas demonstram que, dentre as fontes de clorofila, é no o capim de trigo onde ela está mais concentrada.

Resumindo o preparo do suco verde com capim de trigo:

· Corte o capim quando estiver medindo entre 8cm e 10cm.
· Leve-o à centrífuga e retire o suco.
· Tome 20ml todas as manhãs.
· Caso não tenha centrífuga leve uma mão de capim ao liquidificador com 500ml de água, mais a fruta de sua preferência.
· Se desejar, utilize para adoçar açúcar mascavo, demerara ou melado.
· Todo suco verde deve ser bebido imediatamente ao preparo para não oxidar.
· Caso necessite guardá-lo, utilize jarras escuras e não faça-o por mais de uma hora na geladeira.

• Leite do trigo

Você também pode utilizar o grão de trigo recém germinado, antes de ir para a terra e se transformar em capim, para fazer o leite de trigo. Basta utilizar meia xícara de sementes germinadas para uma xícara de água, batendo no liquidificador e, após, batendo novamente com a fruta de sua preferência, rapadura picada, melado de cana ou açúcar mascavo. Utilize o leite do trigo em receitas que peçam leite de vaca e tudo sairá perfeito. Esta receita também pode ser preparada com girassol.

• Pão essênio: O pão da vida

O pão essênio está entre os principais alimentos consumidos por Jesus! Trata-se de um milagre em termos de nutrientes e energia vital. Também é produzido com trigo germinado, mas ao invés de ser assado ao forno, é desidratado como se fosse uma passa de fruta. Nesse processo de desidratação o pão essênio torna-se crocante, seco, gostoso e altamente nutritivo. Pelo fato de ser exposto apenas a um calor inferior a 43oC, as enzimas naturais do trigo não se destroem e você ingere um pão de trigo com a maioria das vantagens do trigo vivo. Nesse sentido o pão essênio pode ser chamado de “o legítimo pão da vida” que associado com o “sangue vegetal”, a clorofila, justifica a expressão “milagre” que utilizei acima.

Nossas Acomodações

Clique aqui para ver nossas acomodações!

 


Desenvolvimento: VixCenter ® 2004 • Brasília • DF